PANAPLÉIA

Minha foto
Bem-vindo(a) ao Laboratório de Autoria de Panapléia! À esquerda das postagens, estão meus textos divididos em categorias e temas. À direita, indicações de blogs e as mídias sociais. No rodapé, mimos felinos e os créditos do blog. Boa leitura!

RETROSPECTIVA 2011


Desde 1997 minha Retrospectiva anual é quase um “fazer justiça com as próprias mãos”. É o meu momento sagrado de ir à forra contra todos os dissabores e peças que o ano me pregou. Não nego que durante algumas situações periclitantes (como diria minha amiga Orlete Xenofonte) imaginei cada palavra que registraria o fato na tão esperada, pelo menos por Rosemary, Retrospectiva 2011.

Chegamos ao final do ano e eu tenho a oportunidade singular de ser justa comigo mesma. 2011, como todo bom psicopata, não sentiu nenhum remorso por cada uma das minhas dores – da morte da minha avó à morte da família de Vânia; do abscesso de Juliano à morte de Marcelino. 2011 se divertiu me vendo ser explorada e perseguida por sociopatas, caloteiros, mentirosos, falsos amigos, interesseiros e outros da mesma estirpe que tentaram me prejudicar. 2011 deu urros de alegria com cada decepção que tive.

Após essa breve introdução, sempre temos o título zombeteiro do ano que passou:

2011 – O ANO DIGNO DA INEXISTÊNCIA

Nestes últimos minutos do ano chego à conclusão que a minha vida seria melhor se não tivessem passado por ela:
  • Quem se aproximou de mim para plagiar meus projetos profissionais e culturais;
  • Quem se fingiu de amigo para conseguir favores profissionais ou pessoais;
  • Quem omitiu informações do meu interesse com o intuito de me prejudicar;
  • Quem usou da minha confiança para me dar golpes financeiros;
  • Quem me julgou mesmo antes de ouvir os meus argumentos;
  • Quem investigou a minha rotina para tecer calunias e injurias;
  • Quem me vendeu gato por lebre.

Todos esses aí em cima devem ter brindado o réveillon rindo às custas da otária aqui. Mas o inferno são os outros, não é, Sartre? O Garfield e eu somos da paz! Portanto, "minha vingança será”... benigna. Continuarei acreditando nos ensinamentos dos meus pais: “o mal por si se destrói”. Se ser prestativa, sincera e leal é ser idiota... Sou sim, com muito orgulho! Me desculpem os maus... Não me envergonho de SER DO BEM e em 2012 serei ainda MELHOR! 


| 2011 |

2 comentários:

  1. "2011, como todo bom psicopata, não sentiu nenhum remorso por cada uma das minhas dores" - Aquele FDP, que já foi tarde, fez isso com quase todos nós, Paula. E ser prestativo nada tem a ver com idiotice. Seus pontos lá em cima estão garantidos. Como eu te disse no Juazeiro, você terá exito, pois o sucesso é breve e efêmero. E o exito é para sempre. E você é que fará seu destino.

    ResponderExcluir

Caro visitante...

Se tiver dúvidas no preenchimento dos campos, selecione a opção "anônimo" e assine no final (nome, cidade e estado).
Seu comentário será moderado e aprovado (ou não, no caso de spam) através do meu e-mail pessoal.
Sua participação é muito importante para a continuidade do meu trabalho.
Grata pela colaboração despenteada!

Paula Izabela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...