PANAPLÉIA

Minha foto
Bem-vindo(a) ao Laboratório de Autoria de Panapléia! À esquerda das postagens, estão meus textos divididos em categorias e temas. À direita, indicações de blogs e as mídias sociais. No rodapé, mimos felinos e os créditos do blog. Boa leitura!

O TERRÁQUEO POUSA NO CARIRI

Convite irrecusável, escritor talentoso e produtora surtada. :-D

Os poucos dias que meu tio prof passou no Cariri foram suficientes para colocar minha agenda pelo avesso e minha rinite em ação. Trabalhar como sua produtora foi uma das melhores e mais enriquecedoras experiências que já tive, principalmente pelo trabalho fabuloso que realizamos junto aos internos do Hospital Dia Mental do Cariri.
No dia 14, fizemos um tur pelas rádios para entrevistas e divulgação da turnê. Dia 15, concluimos o trabalho de divulgação, tivemos o Lançamento do livro "Vocês Terráqueas" no Olhar Casa das Artes em Crato e um passeio vampiresco para conhecer alguns espaços de entretenimento caririense. Dia 16, nossa planejada feijoada, a palestra "Escritor do século XXI" no Literatura em Revista do CCBNB Cariri e uma esticada pela noite juazeirense. Dia 17, a esperada visita ao Hospital Dia Mental em Crato e a Noite de Autógrafos no Barzinho do Zé Gondim. Dia 18, RK viajou para a palestra "Escritor do século XXI" no Literatura em Revista do CCBNB Sousa-PB. Dia 19, encerramos a turnê com um jantarzinho entre amigos no Restaurante Rondelle em Juazeiro - afinal de contas, heroi também come.

E por falar em comida... Vou contar um orangotango que paguei por causa dessa produção. É algo comprometedor, mas como ninguém que me deteste irá se dar ao trabalho de ler meu blog... Ou não? ... Depois de uma noite exaustiva de trabalho cheguei em casa "varada de fome" - como diz Maria do Carmo. Encontrei todos dormindo e uma canjinha de frango de bobeira na geladeira. Um minutinho no microondas e bucho. No outro dia, mamãe revirava a cozinha:

- Mulher, Izabela, tu acredita que eu preparei uma canjinha para os filhotes e ela sumiu? Eu achei que estava na geladeira... Será que eu fiz como o feijão verde e joguei nas plantas?

Já que estamos falando de bobeira gigante é interessante que o leitor saiba que minha mãe já atirou uma panela de feijão verde cozido no jardim achando que era fertilizante. Portanto, a cena que se segue não tem nada a ver com inteligência, é uma pura questão de DNA. Nós nunca cometemos gafes, mas quando despencamos... é "di cum força"!

- Canjinha? - meu estômago começou a revirar, mas já era muito tarde para vomitar.

- Eu tinha feito uma canjinha bem temperadinha com um peito de frango véi azulado que eu comprei mais barato...

- E essa canjinha estava na geladeira numa latinha da tampa rosa?

- Era. Tu já deu a eles?

- Não - pausa para criar coragem - Eu comi tudo quando cheguei.
- Izabela, aquela carne estava quase estragada, eu nem escaldei direito... Nem lavei o arroz porque eu estava apressada...
- E como é que eu ia adivinhar? Aqui em casa nunca foi guardada comida de gato na geladeira...
Gargalhadas. Foi o assunto do dia, do mês, do resto do ano e acho que do resto da vida. Vira e mexe alguém em casa me olha com deboche e "sapeca":
- Olha, Izabela, essa comida aqui é dos gatos, viu? Não vá comer tudo sozinha! Deixe um pouquim pra eles...
Para garantir que eu não comerei a refeição dos gatos por engano, mamãe deixou de cozinhar pratos com frango para eles - só arroz de leite. Eco! Esse aí eu não como nem por decreto!

De saldo, além de sobreviver a comida dos filhotes, conheci pessoas incríveis, estreitei laços, revi alguns amigos, perdi um quilo (espero que da pochete), fotografei todos os momentos (alguns flashes no orkut) e matei um pouco das saudades dos tempos kelméricos da Oficina para Roteiro de Sitcom.
| 2009 |

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro visitante...

Se tiver dúvidas no preenchimento dos campos, selecione a opção "anônimo" e assine no final (nome, cidade e estado).
Seu comentário será moderado e aprovado (ou não, no caso de spam) através do meu e-mail pessoal.
Sua participação é muito importante para a continuidade do meu trabalho.
Grata pela colaboração despenteada!

Paula Izabela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...