PANAPLÉIA

Minha foto
Bem-vindo(a) ao Laboratório de Autoria de Panapléia! À esquerda das postagens, estão meus textos divididos em categorias e temas. À direita, indicações de blogs e as mídias sociais. No rodapé, mimos felinos e os créditos do blog. Boa leitura!

A FRAGMENTAÇÃO LÍRICA DO EU DRUMMONIANO

CURSO DE APRECIAÇÃO DE ARTE


A fragmentação lírica do Eu drummoniano

Facilitadora: Paula Izabela

Carlos Drummond de Andrade se despediu da “vida besta” (expressão do poeta em Cidadezinha qualquer), legando-nos um vasto acervo artístico para a fortuna da Literatura Brasileira. Diante da magnífica profundeza do seu talento, animamo-nos a homenageá-lo através de uma apreciação vertical e lúcida de algumas de suas poesias. Uma investigação da poética drummoniana numa panorâmica das fases e faces: a metapoesia, a infância, a família, a terra, o amor, o erótico, o cotidiano, a questão social, o humor, a ironia, as indagações metafísicas, o sagrado, o profano, as dores individuais e universais.

Dias: 26, 27, 28 e 29 de maio de 2009

Horário: 18h às 21h

Local: CCBNB Sousa - PB


Reprogramar minha agenda para uma semana de ausência é estresse para antes-durante-depois da viagem. Tenho que organizar os dias/horários que poderei repor minhas aulas pela manhã no SESI, providenciar uma professora substituta para ministrar minhas aulas no sítio à tarde e adular os professores do SESC para cobrirem meus horários da noite. Depois de tudo isso ainda fico com fama de descompromissada e irresponsável. Bem... Crescer é caro! Podemos escolher o tamanho que queremos ter/ser, mas o preço é sempre superfaturado.

A bíblia nos ensinou que um servo só não pode servir a dois senhores, porque invariavelmente amará um e odiará o outro. No meu caso, uma única professora para atender quatro instituições é briga de foice.

Para aqueles que acham que exagero vou dar uma pequena amostra da situação. Na véspera da minha viagem havia um evento no grupo de oração de mamãe e ela não dispensava minha ajuda. Quando cheguei em casa meia-noite estava e...x...a...u...s...t...a... Não tive tempo de arrumar as malas por diversos motivos – muito menos selecionar o material didático que precisaria levar. Coloquei o despertador para às 5h da madru. Confesso: ele tocou, eu desliguei e continuei dormindo. Levantei às 6h atordoada – mais do que o normal. 08:50 eu estava desligando o pc e fechando a mala simultaneamente para viajar às 09:00. Agravante: ainda de camisola, em jejum, com direito a remela e bafo de ontem. Como viver me despenteia, não pergunte pelos meus cabelos. Troquei de roupa no intervalo entre a porta do meu quarto e a porta da rua. Dentro do táxi prendi o cabelo sem pentear, calcei as meias e o tênis. Já instalada na poltrona do ônibus fiz o desjejum: uma barrinha de cereal. Ah, o banho, né? Tomei na pousada às 14h quando cheguei na PB.

Por que estou contando isso? Para que o fã-clube do contra (argh!) perceba que meu dia só tem 24h como o de todo mundo, se realizo muito mais é porque aceitei fazer escolhas e correr riscos.

Deixemos para lá a dor de ser quem eu sou e vamos às delícias... A viagem foi maravilhosa! Cara de pau a minha em ser tão sintética. Vamos por partes... Viajar é o método mais prático para me tornar uma pessoa melhor. Conhecer gramas mais verdes e menos verdes é um banho de lucidez.
*
Estrada: coletivo de buracos.
*
Percurso: tentando sintonizar FM pelo celular novo (pobreza...).
*
Mala novinha: o segredo 007 emperrou e só abriu porque eu rezei até para meu anjo da guarda.
*
Taxista PB: Manoel foi me deixar na pousada e no dia de me buscar sumiu. (Também com esse nome... eu devia ter desconfiado.) Tive que pegar uma carona com um desconhecido para não perder o ônibus.
*
Pousada Carrapicho: o quarto e a comida eram ótimos, mas o atendimento deixou muito a desejar. (Sou fresca mesmo, e daí?)
*
Curso: revi e fiz amigos, postarei as fotos no orkut em agosto. De Deus.
*
CCBNB: eita, povo lindo que eu amo... Entre os três Centros, o de Sousa é o mais receptivo e alegre. Me sinto em casa!
*
Turismo: Aline Gadelha, minha nova amiga, me ciceroneou em muitos lugares incríveis.
*
Sousa: continua linda, tranquila e aconchegante... Fui pela terceira vez e sempre sinto vontade de ficar por lá. Faça as malas e vá conhecer! Psiu... Escove os dentes antes! Sousa é a cidade do sorriso ;-D
2009

Um comentário:

  1. naum eh pelo texto o comentário, já que ainda não me dei a chance de enfrentá-lo (coisa q logo farei)... eh pelo título do blog mesmo, que me causou um tremorzinho instantâneo, um gelo suado nas mãos...tem gosto isso!! gosto bom na boca.

    a vida despenteando e reconduzindo os fios ao seu lugar, no lance de dados de um devir infinito.

    bj

    ResponderExcluir

Caro visitante...

Se tiver dúvidas no preenchimento dos campos, selecione a opção "anônimo" e assine no final (nome, cidade e estado).
Seu comentário será moderado e aprovado (ou não, no caso de spam) através do meu e-mail pessoal.
Sua participação é muito importante para a continuidade do meu trabalho.
Grata pela colaboração despenteada!

Paula Izabela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...