PANAPLÉIA

Minha foto
Bem-vindo(a) ao Laboratório de Autoria de Panapléia! À esquerda das postagens, estão meus textos divididos em categorias e temas. À direita, indicações de blogs e as mídias sociais. No rodapé, mimos felinos e os créditos do blog. Boa leitura!

MADONA DE CEDRO


Brilhante de suor, Gilmar talha o cedro com mãos calejadas pelo ofício. “Socorro! Alguém me... Polícia!” – grito de mulher na calçada. O ferro ininterrupto fere as formas da pequena Madona.

| 2006 |

Publicado em Thackyn Poeta (22/09/2012).

2 comentários:

  1. qUE INBURANADORA! dESPENTEADORA! dESEMPENADORA! mADEIRA QUE ESCULPE A TALHADEIRA NA FORMA QUE LHE CONVÉM!

    ResponderExcluir
  2. Grito de homem no asfalto: Socorro! Assalto! Levaram a Madona de Cedro; deixaram o brilho do suor e as mãos calejadas de sangue chorou... Na madeira dois furos um homem pregado no muro.

    Minha amiga querida:

    Vim aqui e não resisti
    Deixei um pouco de dúvida
    E um abraço do amigo

    Thackyn

    ResponderExcluir

Caro visitante...

Se tiver dúvidas no preenchimento dos campos, selecione a opção "anônimo" e assine no final (nome, cidade e estado).
Seu comentário será moderado e aprovado (ou não, no caso de spam) através do meu e-mail pessoal.
Sua participação é muito importante para a continuidade do meu trabalho.
Grata pela colaboração despenteada!

Paula Izabela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...